June 6, 2019 / 7:07 PM / 5 months ago

Grupo de Lima pede que aliados de Maduro sejam parte da solução para crise na Venezuela

Presidente venezuelano Nicolás Maduro 31/05/2019 Palácio de Miraflores/Divulgação via REUTERS

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - O Grupo de Lima pediu nesta quinta-feira que Cuba, China, Rússia e Turquia sejam parte da solução para a crise política que afeta a Venezuela, e voltou a apoiar o chefe do Congresso, Juan Guaidó, como presidente interino do país.

Representantes do grupo que reúne quase uma dúzia de países da América Latina, inclusive o Brasil, disseram em comunicado conjunto que condenam o anúncio de convocação de eleições legislativas antecipadas, como planejado pelo presidente Nicolás Maduro.

O Grupo de Lima apontou Maduro “e seu regime ilegítimo como únicos responsáveis pela situação humanitária cada vez mais grave do povo venezuelano, e reiteram que sua permanência no poder representa um obstáculo para o restabelecimento da democracia na Venezuela e constitui uma ameaça à paz e à segurança que afeta principalmente a região”.

Reportagem de Sofía Menchú

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below