June 18, 2019 / 11:16 AM / 3 months ago

Johnson recebe apoio de outro ex-adversário na corrida para se tornar premiê britânico

LONDRES (Reuters) - O ex-prefeito de Londres Boris Johnson conseguiu um novo impulso em sua campanha para se tornar primeiro-ministro do Reino Unido nesta terça-feira, quando um segundo ex-rival na disputa o apoiou formalmente como melhor nome para tirar o país da crise no Brexit.

Candidato a premiê britânico Boris Johnson em Londres 18/06/2019 REUTERS/Henry Nicholls

Horas antes de os seis candidatos restantes a substituir Theresa May como premiê se enfrentarem em nova rodada de votação entre os parlamentares do Partido Conservador, Andrea Leadsom declarou apoio a Johnson, o franco favorito da disputa.

“Ele é o melhor colocado para nos tirar da UE no final de outubro”, disse o ex-líder da Câmara dos Comuns, que foi eliminado da disputa pela liderança na semana passada, à rádio LBC. “Em segundo lugar, acredito que ele é um vencedor de eleições.”

Na segunda-feira, o ministro da Saúde, Matt Hancock, que desistiu da corrida na sexta-feira, também apoiou Johnson, apesar de suas visões contrastantes sobre o Brexit, dizendo que o ex-prefeito quase certamente vencerá a disputa.

Johnson, que também é ex-ministro das Relações Exteriores, deu declarações inequívocas de que retirará o Reino Unido da União Europeia até dia 31 de outubro, independentemente de se conseguir ou não um acordo com o bloco para suavizar a transição.

“Devemos deixar a UE em 31 de outubro, com ou sem acordo”, escreveu Johnson no Twitter nesta terça-feira.

A libra caiu para seu nível mais baixo em relação ao dólar em quase seis meses na terça-feira.

Johnson deve participar de um debate televisionado na noite desta terça-feira junto com os candidatos que sobreviverem à segunda rodada de votação — aqueles que receberem o apoio de ao menos de 32 dos 313 parlamentares conservadores. Se todos os candidatos tiverem mais de 32 votos, aquele com o menor número será eliminado.

Johnson optou por não aparecer em um primeiro debate no domingo e também não participou de sessões de perguntas e respostas no Parlamento que os outros cinco candidatos compareceram na segunda-feira.

Os rivais de Johnson esperam que ele cometa mais gafes que marcaram sua carreira durante o debate de terça-feira. Mas, salvo uma grande surpresa, ele parece pronto para ficar entre os dois finalistas da competição, que se enfrentarão em uma eleição entre os membros do Partido Conservador em julho.

(Reportagem adicional de Michael Holden)

((Tradução Redação Rio de Janeiro; 55 21 2223-7128))

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below