June 22, 2019 / 7:59 PM / 3 months ago

Itália precisa respeitar metas fiscais para manter confiança do mercado

ROMA (Reuters) - A Itália precisa respeitar suas metas fiscais se quiser manter a confiança de investidores em sua capacidade de pagar dívidas, disse Ignazio Visco, do Banco da Itália, neste sábado, enquanto Roma enfrenta uma discussão com Bruxelas sobre o orçamento.

“Certamente, a confiança na Itália também depende na habilidade de cumprir objetivos, não de mudá-los”, disse Visco em uma conferência em Veneza, acrescentando que “confiança no (reembolso) da dívida pública tem que ser buscada com muito esforço”.

A Itália negocia uma revisão de orçamento com Bruxelas para tentar evitar procedimentos disciplinares da União Europeia.

A Comissão Europeia quer que a Itália reduza suas dívidas neste e no próximo ano, e se opôs a um plano amplo de cortes de impostos da coalizão governista, se ele não for equilibrado por novas receitas ou redução de gastos - opções que Roma, até agora, descartou. 

Em comentários que talvez compliquem as conversas com a Comissão Europeia, o vice-primeiro-ministro da Itália, Matteo Salvini, ameaçou na sexta-feira renunciar e derrubar o governo, a menos que ele consiga avançar com pelo menos 10 bilhões de euros em cortes de impostos. 

Reportagem de Giselda Vagnoni

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below