July 3, 2019 / 10:37 PM / 2 months ago

Coreia do Norte diz que EUA estão "obcecados com atos hostis" apesar de querer negociar

Pessoa segura bandeiras dos Estados Unidos e da Coreia do Norte em Hanói 28/02/2019 REUTERS/Kham

NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - A missão da Coreia do Norte na Organização das Nações Unidas acusou os Estados Unidos na quarta-feira de estarem “mais e mais obcecados com atos hostis” contra Pyongyang, apesar do presidente Donald Trump estar disposto a conversas entre os dois países. 

Em nota, a missão disse que estava respondendo a uma acusação dos EUA de que Pyongyang havia quebrado uma limitação sobre importações de petróleo refinado e a uma carta que teria sido enviada no dia 29 de junho pelos Estados Unidos, França, Alemanha, Reino Unido e outros Estados membros da ONU exigindo que os demais Estados membros da ONU implementassem sanções contra a Coreia do Norte. 

“O que não pode ser ignorado é o fato de que esse jogo da carta conjunta foi conduzido pela missão permanente dos Estados Unidos para a ONU, sob instrução do Departamento de Estado, no mesmo dia em que o presidente Trump propôs o encontro na cúpula”, dizia a nota. 

Trump se tornou o primeiro presidente dos Estados Unidos a pisar na Coreia do Norte no domingo quando se encontrou com o líder Kim Jong Un na zona desmilitarizada entre as duas Coreias. Eles concordaram em retomar as negociações que tinham o objetivo de fazer com que Pyongyang renunciasse seu programa de armas nucleares. 

A missão da Coreia do Norte na ONU disse que a carta de 29 de junho aos Estados membros da ONU “expressa a realidade de que os Estados Unidos estão mais e mais obcecados em atos hostis contra a RPDC embora falem sobre o diálogo entre EUA e RPDC”. 

A Coreia do Norte é formalmente conhecida como República Popular Democrática da Coreia (RPDC).

O Conselho de Segurança da ONU impulsionou de maneira unânime as sanções contra a Coreia do Norte desde 2006 em uma tentativa de asfixiar o financiamento para os programas nuclear e de mísseis balísticos de Pyongyang, proibindo exportações incluindo carvão, ferro, chumbo, têxteis e frutos do mar, e limitando importações sobre petróleo bruto e produtos de petróleo refinado.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below