July 6, 2019 / 3:37 PM / 5 months ago

Papa deixa "primeiro televangelista" dos EUA mais perto da santidade

CIDADE DO VATICANO (Reuters) - O arcebispo Fulton Sheen, figura carismática do catolicismo romano norte-americano no século 20 e pioneiro em usar a mídia para objetivos religiosos, está um passo mais perto da santidade.

Comunicado do Vaticano neste sábado informou que o papa aprovou um decreto reconhecendo um milagre atribuído a Sheen, o que significa que ele será beatificado. Não foi dada uma data para a cerimônia.

Sheen, que nasceu em Illinois em 1895 e morreu em Nova York em 1979, foi chamado de o primeiro “televangelista”. Entre 1930 e 1950 ele comandou o programa “The Catholic Hour” na rede de rádios NBC, com uma audiência de quatro milhões.

Ele começou na televisão com o “Life is Worth Living”, que chegou a uma audiência de 30 milhões de pessoas.

Reportagem de Philip Pullella

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below