July 11, 2019 / 1:29 PM / 4 months ago

Hamas acusa Israel de matar combatente na fronteira de Gaza

GAZA (Reuters) - Os militares de Israel disseram que soldados abriram fogo nesta quinta-feira depois de avistarem dois atiradores palestinos perto da cerca da fronteira de Gaza, e o grupo militante Hamas disse que um de seus combatentes foi morto.

Militantes do Hamas levam corpo de companheiro morto, no norte da Faixa de Gaza 11/07/2019 REUTERS/Mohammed Salem

A mais recente onda de violência na Faixa de Gaza e no sul de Israel ocorreu em maio, com centenas de ataques palestinos com foguetes e ataques aéreos israelenses ao longo de três dias.

O Ministério da Saúde de Gaza, um enclave administrado pelos islâmicos do Hamas, disse que um palestino de 28 anos foi morto a tiros no incidente desta quinta-feira perto de Beit Hanoun, na parte norte do território.

Um porta-voz dos militares israelenses disse que as tropas observaram dois homens armados se aproximarem da cerca de segurança construída por Israel e “dispararam para afastá-los”.

Em um comunicado, a divisão armada do Hamas disse que forças israelenses visaram um combatente “de serviço” próximo da fronteira deliberadamente.

“A ocupação tem responsabilidade pelas consequências de tal ato criminoso”, disse, referindo-se a Israel.

Após os embates de maio se adotou um cessar-fogo mediado por Catar, Egito e a Organização das Nações Unidas (ONU).

Mas as tensões continuaram altas, e o Hamas acusa Israel de não respeitar os termos de um acordo de trégua para amenizar um bloqueio a Gaza – jamais confirmado publicamente por líderes israelenses.

Balões incendiários lançados de Gaza continuaram a provocar incêndios no sul de Israel, e o primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu —que concorre a uma eleição em setembro— aventou a possibilidade de uma ação dos militares nesta quinta-feira.

“Estamos nos preparando para uma campanha que será ampla e também surpreendente”, disse ele em Ashkelon, cidade do sul do país que já foi alvo de ataques de foguetes do Hamas.

No domingo, uma israelense de 89 anos, ferida enquanto buscava abrigo durante os combates de maio, morreu por causa dos ferimentos, disseram autoridades de saúde de Israel.

Foguetes e mísseis disparados de Gaza mataram quatro outros israelenses durante as hostilidades. Autoridades de saúde de Gaza estimaram o número de palestinos mortos em 21, dizendo que mais da metade eram civis.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below