July 17, 2019 / 11:37 AM / 4 months ago

Portugal diz que suspendeu vistos a iranianos para aumentar segurança de consulado

Ministro português das Relações Exteriores, Augusto Santos Silva 04/02/2019 REUTERS/Rafael Marchante

LISBOA (Reuters) - O governo português interrompeu a emissão de vistos a cidadãos iranianos para reforçar a segurança em seu consulado em Teerã, e não por motivação política ou ameaças, afirmou o Ministério das Relações Exteriores de Portugal.

A suspensão é temporária, e haverá alternativas para garantir a documentação de viagem de quem precise, informou o ministério em um comunicado divulgado nesta terça-feira.

A medida “em nada resulta de uma avaliação sobre as condições gerais de segurança na República do Irã, ou qualquer outro aspecto de natureza institucional ou política”, segundo o ministério.

No início desta terça-feira, o ministro das Relações Exteriores, Augusto Santos Silva, confirmou à Comissão de Negócios Estrangeiros e Comunidades Portuguesas do Parlamento que a emissão de vistos fora suspensa por razões de segurança, que disse não poder identificar publicamente.

João Gonçalves Pereira, um parlamentar do partido conservador CDS-PP que perguntara ao ministro sobre a suspensão durante a sessão do comitê, disse que, de acordo com as declarações dadas, a suspensão vigoraria por duas ou três semanas.

Por Catarina Demony e Andrei Khalip

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below