July 22, 2019 / 12:36 PM / 2 months ago

Portugal tem controle parcial de incêndios, mas clima preocupa

Árvores após incêndio na vila de Cardigos, em Portugal 22/07/2019 REUTERS/Rafael Marchante

VILA DE REI/MAÇÃO, Portugal (Reuters) - Os incêndios que assolaram o centro de Portugal durante quase 48 horas estavam parcialmente controlados nesta segunda-feira, mas condições climáticas adversas estão aumentando o temor de que eles voltem a se desencadear.

O último dos três incêndios florestais que irromperam no sábado em Castelo Branco, distrito situado 225 quilômetros ao nordeste de Lisboa, agora está 90% sob controle, disse uma autoridade da Agência de Proteção Civil na manhã desta segunda-feira.

Lembrando que os bombeiros terão “um dia muito difícil”, o funcionário disse que o incêndio florestal ainda está 10% ativo e que os focos restantes exigem “muita atenção”.

Cerca de 1.040 bombeiros estão no local, e contam com o auxílio de 332 veículos e cinco aviões, segundo a Agência de Proteção Civil.

Depois de se propagarem pelo distrito vizinho de Santarém, os três incêndios florestais ameaçaram vários vilarejos dos municípios de Vila de Rei e Mação, forçando retiradas e ferindo 31 pessoas, uma delas com gravidade.

Vários dos municípios de Santarém e Castelo Branco ainda correm risco máximo de incêndio, de acordo com a agência meteorológica nacional. As temperaturas podem chegar a 40 graus Celsius em algumas áreas nesta segunda-feira. Umidade baixa e ventos moderados também são esperados.

Por Catarina Demony em Lisboa e Miguel Pereira e Rafael Marchante em Vila de Rei e Mação

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below