July 29, 2019 / 11:51 PM / 4 months ago

Brexit significa "melhor acordo" para fazendeiros, diz Boris Johnson em Gales

Primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, durante visita a base naval na Escócia 29/07/2019 Jeff J Mitchell/Pool via REUTERS

LONDRES (Reuters) - O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, dirá a fazendeiros no País de Gales na terça-feira que eles irão conseguir um acordo melhor após o Brexit.

A iniciativa é parte de uma campanha nacional do líder para conseguir o apoio para sua promessa de “tudo ou nada” para deixar a União Europeia até o dia 31 de outubro.

Dias após assumir como primeiro-ministro, Johnson iniciou a turnê doméstica, ressaltando sua vontade de conquistar o apoio dentro do Reino Unido, em vez de cortejar os líderes da UE para convencê-los a mudar de ideia sobre o acordo de divórcio que ele diz estar morto.

A relutância de Johnson em negociar com líderes da UE até que eles sinalizem uma disposição para renegociar o acordo já rejeitado pelo Parlamento britânico por três vezes aumenta a possibilidade de um Brexit sem acordo, perspectiva que provocou a queda da libra esterlina para o menor patamar desde o início de 2017.

Ele espera que a ameaça do Reino Unido deixar o bloco sem acordo, fato que provocaria ondas de choque na economia mundial, convencerá as maiores potências da UE - Alemanha e França - a aceitarem revisar o Acordo de Retirada.

“Eu sempre apoiarei os grandes fazendeiros britânicos e enquanto estivermos deixando a UE, precisamos nos certificar do que funciona para eles”, disse Johnson antes de chegar no País de Gales.

“Assim que deixarmos o bloco no dia 31 de outubro, teremos uma oportunidade histórica para introduzir novos esquemas para apoiar a produção agrícola - e nos certificaremos de que nossos fazendeiros tenham acordos melhores. O Brexit apresenta enormes oportunidades para o nosso país e é hora de olhar para o futuro com orgulho e otimismo”.

Muitos produtores rurais temem que um Brexit sem acordo poderia ameaçar sua subsistência, bloqueando o acesso aos mercados europeus e deixando-os vulneráveis à competição de produtores de custo mais baixo dos Estados Unidos, que não precisam atender os requisitos de bem-estar dos animais.

Reportagem de Elizabeth Piper

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below