August 6, 2019 / 11:55 PM / a month ago

PESQUISA-Biden lidera corrida democrata com minorias favorecendo candidato mais elegível contra Trump

NOVA YORK (Reuters) - O ex-vice-presidente dos Estados Unidos Joe Biden manteve sua liderança para a indicação do Partido Democrata para a disputa da eleição presidencial de 2020, com minorias gravitando em torno do vice de Obama e de seu principal rival, o senador Bernie Sanders, do Estado de Vermont, em busca da aposta mais segura para bater o atual presidente Donald Trump, mostrou uma pesquisa da Reuters/Ipsos. 

Presidenciáveis democratas Joe Biden (à esquerda) e Bernie Sanders participam de debate em Miami 27/06/2019 REUTERS/Mike Segar

A pesquisa conduzida entre os dia 1º e 5 de agosto e publicada nesta terça-feira mostrou que 22% dos democratas e independentes votariam em Biden, uma porcentagem inalterada de uma pesquisa semelhante conduzida no mês passado, enquanto 18% votariam em Sanders, que subiu 2 pontos percentuais desde o levantamento de julho. 

Nenhum dos demais 23 candidatos recebeu mais do que 9% das intenções de voto. (Clique aqui para mais resultados da pesquisa: tmsnrt.rs/2Ypr9iS)

Biden e Sanders oferecem aos democratas opiniões altamente contrastantes sobre como governar. Sanders lidera a iniciativa para expandir a cobertura de Saúde pública para todos os norte-americanos, enquanto Biden promete uma abordagem mais moderada que permitiria que as pessoas mantivessem seus planos de saúde existentes. 

A escolha para os democratas, no entanto, pode ter menos a ver com ideologia e mais a ver com quem seria o melhor para enfrentar Trump nas eleições gerais marcadas para novembro de 2020. 

De acordo com a sondagem, 36% dos democratas dizem que estão apenas buscando alguém que consiga vencer. Apenas 11% dizem que a qualidade mais importante é um forte plano para a Saúde pública, e 5% diz que é mais importante uma escolha com propostas fortes para a área ambiental. 

Biden e Sanders são vistos atualmente como as apostas mais seguras para bater Trump entre todos os democratas. Ambos melhoraram seus desempenhos entre minorias no último mês, enquanto Trump repetidamente difamava parlamentares em uma série de tuítes e comentários públicos que enfureceram democratas e muitos outros. 

Em uma discussão Trump chegou a dizer para que quatro parlamentares pertencentes à minorias “voltassem” para onde vieram. 

Entre julho e agosto, tanto Biden quanto Sanders receberam um alto nível de apoio de grupos minoritários, que também deixaram de apoiar candidatos menos conhecidos como a senadora norte-americana Kamala Harris, da Califórnia, e o ex-deputado texano Beto O’Rourke. 

Entre as minorias raciais que se identificam como democratas ou independentes, 23% disseram que votariam em Biden e 23% por cento disseram que apoiariam Sanders, o que representa uma alta de 2 pontos percentuais para cada pré-candidato desde julho. 

Outros 6% disseram apoiar Harris, que caiu 5 pontos desde julho, e 2% votariam em O’Rourke, que registrou queda de 3 pontos desde a última pesquisa. 

Quando perguntados sobre quem teria mais chances de bater Trump nas eleições gerais de 2020, 33% das minorias escolheram Biden contra 19% que optaram por Sanders. 

A pesquisa Reuters/Ipsos foi conduzida online e em língua inglesa nos Estados Unidos. O levantamento reuniu respostas de 1.258 adultos, incluindo 494 deles pertencentes a minorias raciais. O intervalo de credibilidade, uma medida de precisão, é de 5 pontos percentuais. 

Reportagem de Chris Kahn 

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below