for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Trump diz que Índia e Paquistão conseguem lidar com disputa na Caxemira sozinhos

Primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, se reúne com presidente dos EUA, Donald Trump, durante encontro do G7 em Biarritz, na França 26/08/2019 REUTERS/Carlos Barria

BIARRITZ, França (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta segunda-feira que a Índia e o Paquistão conseguem lidar com sua disputa na Caxemira sozinhos, mas que está à disposição caso precisem dele.

Ele já havia se oferecido para mediar a desavença na Caxemira, região montanhosa que é fonte de confrontos frequentes entre os dois vizinhos possuidores de armas nucleares desde que se libertaram do governo colonial britânico em 1947.

Trump debateu a questão nos bastidores da cúpula do G7 na França com o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, que retirou a autonomia do Estado de Jammu e Caxemira no dia 5 de agosto.

“Conversamos ontem à noite sobre a Caxemira, o primeiro-ministro realmente sente que está no controle”, disse ele aos repórteres. “Eles conversam com o Paquistão, e tenho certeza de que conseguirão fazer algo que será muito bom.”

Trump enfureceu o governo indiano no mês passado ao dizer que Modi lhe pediu para mediar a disputa, provocando uma negativa imediata de Nova Délhi.

Sentado ao lado de Trump, Modi disse que as questões relativas à Caxemira são bilaterais, entre Índia e Paquistão.

Abrupta, a decisão tomada por Modi neste mês de cancelar o status autônomo da região de maioria muçulmana desencadeou semanas de protestos, sobretudo no distrito turbulento de Soura, que emergiu como o centro dos tumultos.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up