for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Tornados causam destruição no sul dos EUA e matam ao menos 26

Área afetada por tornado em Monroe, Louisiana (EUA) 12/04/2020 MONROE FIRE DEPARTMENT/via REUTERS

CHICAGO, Estados Unidos (Reuters) - Equipes de resgate e moradores do sul dos Estados Unidos vasculhavam destroços de centenas de estruturas destruídas por uma série de tornados que matou pelo menos 26 pessoas, enquanto o fenômeno climático se volta para a costa leste do país.

Quase 51 milhões de pessoas, da Flórida à Nova Inglaterra, estão no caminho da tempestade, como alertou uma previsão do Serviço Nacional do Clima do país, avisando sobre a ocorrência de fortes ventos, chuvas torrenciais e possivelmente mais tornados na tarde desta segunda-feira.

O sistema já havia gerado cerca de 60 tornados que deixaram um rastro de destruição do Texas até as Carolinas do Sul e do Norte entre domingo e segunda-feira, conforme informou o serviço.

Ventos poderosos na atmosfera superior, combinados com uma forte frente fria tornam o sistema particularmente perigoso, afirmou o meteorologista do serviço nacional Aaron Tyburski.

“Isso era muito típico na primavera - definitivamente não é nada fora do normal - mas está muito ativo”, disse.

Pelo menos 11 pessoas morreram no Estado do Mississippi, oito na Carolina do Sul, seis na Geórgia e um no Arkansas durante a passagem das tempestades, segundo informaram veículos de imprensa e autoridades locais.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up