for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Idosa de 106 anos vence Covid-19 no Reino Unido

Connie Titchen, de 106 anos e que se recuperou do Covid-19, posa para foto em Birmingham 14/04/2020 SANDWELL AND WEST BIRMINGHAM HOSPITALS NHS TRUST/Divulgação via REUTERS

LONDRES (Reuters) - Uma mulher de 106 anos, considerada a paciente mais velha do Reino Unido a vencer o novo coronavírus, recebeu alta do hospital.

Connie Titchen, uma bisavó de Birmingham, no centro da Inglaterra, lutou contra o vírus por pouco menos de três semanas e recebeu alta do City Hospital.

“Sinto muita sorte de ter combatido esse vírus”, disse Titchen. “Mal posso esperar para ver minha família.”

Titchen, nascida em 1913 e que passou pelas duas guerras mundiais, foi internada no hospital em meados de março com suspeita de pneumonia. Ela foi diagnosticada com Covid-19 logo depois.

“Ela sempre cozinhou para si mesma também, embora goste de um McDonald’s atrevido de vez em quando. Eu não disse a ela que eles estão fechados”, disse sua neta Alex Jones.

“Acho que o segredo da velhice é que ela é fisicamente ativa e muito independente. Ela fez uma cirurgia no quadril em dezembro e dentro de 30 dias estava caminhando novamente. Ela é realmente incrível e eu sei que toda a família não pode esperar para vê-la. Ela tem muitos fãs!”

A enfermeira Kelly Smith, que cuidou de Titchen, disse:

“Foi fantástico ver Connie se recuperar. Ela é incrível, e temos feito o possível para recuperar sua saúde.”

“Ficamos muito satisfeitos quando ela recebeu alta. É bom ver os pacientes deixarem nossa enfermaria depois de terem derrotado esse vírus.”

Por Guy Faulconbridge

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up