April 24, 2020 / 11:48 PM / 2 months ago

Líderes da Amazônia exigem distância de garimpeiros ilegais para proteger indígenas

BOGOTÁ (Thomson Reuters Foundation) - Líderes indígenas da Amazônia pediram aos governos da América do Sul na sexta-feira que garantam que garimpeiros ilegais fiquem longe de suas terras, pois temem que pessoas de fora possam espalhar o coronavírus entre as comunidades indígenas vulneráveis.

Pelo menos 10 indígenas de Brasil, Equador e Colômbia morreram de Covid-19, de acordo com as Organizações Indígenas da Bacia Amazônica (Coica).

A mineração ilegal se “intensificou”, uma vez que os garimpeiros são encorajados por controles mais fracos e pela falta da presença do Estado nas florestas onde vivem os indígenas durante o isolamento causado pelo coronavírus, segundo o vice-chefe da Coica, Tuntiak Katan.

“Garimpeiros ilegais estão aproveitando as quarentenas para realizar suas atividades e estão ameaçando nossas comunidades”, disse Katan em um webinar com a mídia.

“As comunidades são mais vulneráveis, pois também estão confinadas e não podem agir contra isso”, afirmou Katan, que pertence ao povo indígena Shuar do Equador.

A Coica recebeu relatos de um aumento na mineração ilegal de ouro na região amazônica de Madre de Dios, no Peru, e na província de Putumayo, no sul da Colômbia, disse ele.

Cerca de um milhão de indígenas vivem nos nove países sul-americanos que abrigam a floresta amazônica.

Algumas comunidades indígenas estão se isolando, fechando suas reservas, interrompendo estradas e bloqueando hidrovias.

No Brasil, os líderes indígenas Kayapó negociaram com mais de 30 garimpeiros que concordaram em interromper as operações, sem data prevista para o retorno.

Mas no Peru, barcos que transportam passageiros, tripulação e suprimentos para empresas de petróleo estão desafiando o isolamento e viajando pelos rios da Amazônia, disse Tabea Casique, coordenadora educacional da Coica do povo indígena Asheninka do Peru.

“Eles fazem o que querem”, afirmou Casique.

Especialistas em saúde dizem que o coronavírus pode se espalhar rapidamente entre tribos que têm pouca imunidade a doenças comuns na população em geral e já possuem sistemas imunológicos fracos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below