for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

EUA terão mais de 74 mil mortes por coronavírus até agosto, aponta projeção

Mulheres usam máscaras de proteção em meio a pandemia de coronavírus em Smyrna, no Estado da Georgia, nos EUA 27/04/2020 REUTERS/Elijah Nouvelage

(Reuters) - O número de mortes pelo surto de Covid-19 nos Estados Unidos pode chegar a mais de 74 mil até agosto, de acordo com uma análise da Universidade de Washington, frequentemente citada por funcionários da Casa Branca e autoridades de saúde pública.

Na segunda-feira, o estudo realizado pelo Instituto para Métricas e Avaliação em Saúde (Ihme) da universidade elevou o número projetado de mortos nos EUA para 74.073 até 4 de agosto, um total acima dos 67 mil previstos há uma semana e dos 60 mil previstos há duas semanas.

A projeção sofreu uma queda em relação àquela estipulada há um mês, que previa cerca 90 mil mortes por Covid-19 no país.

O diretor do instituto, Christopher Murray, disse que o número de mortes aumentaria se os Estados reabrissem suas economias muito cedo.

Vários Estados dos EUA reduziram as restrições às empresas e outros estão prontos para seguir esse caminho.

As ordens para permanecer em casa emitidas por governadores e as decisões subsequentes de reabrir lentamente as economias se transformaram em questões políticas altamente discutidas nas últimas semanas, uma vez que os fechamentos atingiram a economia do país.

As mortes pelo novo coronavírus nos EUA ultrapassaram 56 mil na segunda-feira, de acordo com uma contagem da Reuters. O país tem o maior número mundial de casos confirmados da infecção, totalizando mais de 993 mil.

Globalmente, os casos superaram os 3 milhões, com um total de mais de 210 mil mortes, mostram os cálculos da Reuters.

Por Kanishka Singh em Bengaluru

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up