for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Mais Estados dos EUA decretam uso obrigatório de máscaras para conter coronavírus

Local de testes gratuitos para Covid-19 em Denver, Colorado 20/06/2020 REUTERS/Kevin Mohatt

ATLANTA (Reuters) - Mais governadores de Estados norte-americanos decretaram nesta quinta-feira a obrigatoriedade do uso de máscaras faciais em público, em alinhamento com a posição de que o uso obrigatório dos equipamentos de proteção é necessário para combater a pandemia de coronavírus e não apenas uma questão de escolha pessoal.

O governador do Colorado, o democrata Jared Polis, anunciou que iria requisitar que a maioria das pessoas usassem proteções faciais em espaços internos, como lojas e empresas.

O republicano Asa Hutchinson, do Arkansas, emitiu um decreto similar, enquanto o governador de Ohio, Mike DeWine, também republicano, ampliou seu decreto anterior para incluir mais pessoas.

Todos os três haviam resistido em editar os decretos estaduais, mas agora dizem que o agravamento da crise de saúde não deixou outra escolha.

“O número de casos de Covid-19, hospitalizações e mortes, são números que falam por si próprios e indicam que precisamos fazer mais”, disse Hutchinson em um pronunciamento à imprensa.

Os casos de coronavírus dispararam pelas regiões Sul e Oeste dos Estados Unidos desde que as autoridades locais começaram a aliviar as restrições sociais e econômicas que tinham o objetivo de desacelerar a propagação da doença. Na quinta-feira, a Flórida reportou um aumento recorde em mortes de 156. O recorde anterior era de 133 no dia 9 de julho.

Reportagem de Rich McKay em Atlanta e Gabriella Borter em Nova York

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up