for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

América Latina registra recorde de infecções em 24 horas, com 100.000 casos, segundo contagem da Reuters

Passageiros com máscaras e protetores de rosto formam fila para embarcar em ônibus durante surto de Covid-19 em Lima, Peru 15/07/2020 REUTERS / Sebastian Castaneda

(Reuters) - Os países da América Latina registraram 100.000 novos casos de coronavírus nas últimas 24 horas, de acordo com uma contagem da Reuters, em razão de recordes diários de infecções no Brasil e na Argentina, além de um agravamento do contágio no Peru.

O recorde anterior de casos registrados era de 79.867 infecções em 24 horas no dia 19 de junho, de acordo com uma contagem da Reuters baseada em dados oficiais dos governos da região.

O forte avanço deveu-se, principalmente, a um aumento de 67.860 casos no Brasil, o dobro da média dos últimos sete dias. Além disso, houve um registro de infecções na Argentina e um aumento no Peru, que relatou o maior número de novos infectados, em 24 horas desde meados de junho.

As 100.366 infecções registradas na quarta-feira na América Latina superam, em mais de 50%, a média dos sete dias anteriores, de quase 66.000 casos por dia.

No mundo, o continente americano é o foco da pandemia, com mais da metade das infecções e mortes pela Covid-19 globalmente.

Por Javier López

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up