for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Austrália registra recorde diário de casos de coronavírus e pode prorrogar quarentena

SYDNEY (Reuters) - O Estado australiano de Vitória relatou nesta segunda-feira o maior aumento diário de infecções por coronavírus do país, levando as autoridade a alertarem que uma quarententa de seis semanas pode ser prolongada se as pessoas continuarem indo ao trabalho mesmo se sentindo mal.

Agentes de segurança patrulham pista de exercício em Melbourne 26/07/2020 AAP Image/Daniel Pockett via REUTERS

O segundo Estado mais populoso da Austrália relatou 532 casos novos do vírus que causa a Covid-19, elevando o total nacional no dia a 549 -- o maior número de casos novos em um dia desde o início da pandemia.

Atualmente, Vitória tem mais de 4.500 casos ativos depois de semanas de aumentos diários de três dígitos.

O Estado anunciou mais seis mortes, que elevaram sua cifra a 77 -- quase metade do total de óbitos da nação. Cinco das mortes ocorreram em casas de repouso, as mais atingidas do Estado.

A Austrália tem conseguido evitar a taxa alta de mortalidade de Covid-19 vista em outros países, mas uma onda de transmissão comunitária em Vitória provocou um isolamento em Melbourne, a única cidade australiana a obrigar o uso de máscaras em público.

“Se você está fungando, com a garganta irritada, dor de cabeça, febre, não pode ir ao trabalho”, disse o premiê de Vitória, Daniel Andrews, em uma coletiva de imprensa televisionada.

“É isto que está fazendo este números subirem, e o isolamento não terminará até as pessoas pararem de ir ao trabalho com sintomas e passarem a ir ser examinadas por estarem com sintomas”.

Melbourne, que abriga um quinto dos 25 milhões de habitantes da Austrália, está na metade de uma proibição de seis semanas à circulação, exceto para trabalhar, comprar comida, oferecer ou receber cuidados de saúde ou fazer exercícios diários. Andrews acrescentou que pode anunciar medidas adicionais até o final da semana.

O primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, disse que o número alto de casos novos em Vitória mostrou como a transmissão da doença entre pessoas mais jovens, que foram consideradas de risco menor, pode se espalhar para casas de repouso através de familiares.

“Em Vitória, ainda há um caminho longo pela frente”, disse Morrison aos repórteres.

O Estado vizinho de Nova Gales do Sul, o mais populoso do país, também está enfrentando vários focos do vírus, que surgiram em um hotel, um restaurante tailandês e um clube. Nova Gales do Sul relatou 17 casos novos nesta segunda-feira e tem 3.496 no total, cerca de 1.100 deles ativos.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up