for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Premiê britânico diz que agirá rápido para impor novas quarentenas se necessário

Primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, em Beeston 28/07/2020 Rui Vieira/Pool via REUTERS

LONDRES (Reuters) - O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, disse nesta terça-feira que tomará medidas para impor quarentenas contra outros países se as infecções por Covid-19 aumentarem e tais medidas tornaram-se necessárias, depois de o país reimpor uma quarentena contra a Espanha.

“Receio que se virmos sinais de uma segunda onda em outros países, é realmente nossa função, nosso dever, agir rapidamente e decisivamente para impedir que viajantes voltem desses lugares semeando a doença aqui no Reino Unido”, disse ele a jornalistas.

Reportagem de Sarah Young e Paul Sandle

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up