for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Incêndio em hospital mata 8 pacientes com Covid-19 no oeste da Índia

Policiais e familiares aguardam do lado de fora de hospital após incêndio na UTI matar pacientes com Covid-19 na Índia 06/08/2020 REUTERS/Stringer

AHMEDABAD, Índia (Reuters) - Oito pacientes com Covid-19 morreram em um incêndio que ocorreu na ala de tratamento intensivo de um hospital particular na cidade de Ahmedabad, no oeste da Índia, no início desta quinta-feira, disseram autoridades ao iniciar uma investigação sobre o incidente.

A polícia impediu que parentes nervosos entrassem no Hospital Shrey, na maior cidade do Estado de Gujarat, após a tragédia que, segundo os serviços de emergência, foi causada pelo equipamento de proteção individual (EPI) de um membro da equipe médica que pegou fogo.

“Um funcionário cujo EPI pegou fogo correu para fora da ala, mas o fogo se espalhou rapidamente para toda a ala”, disse Rajesh Bhatt, chefe-adjunto dos Serviços de Bombeiros e Emergência de Ahmedabad.

“Cinco homens e três mulheres, que passavam por tratamento para o novo coronavírus, não tiveram condições de escapar. Eles morreram devido à fumaça e ao calor causados pelo incêndio”, afirmou ele.

O primeiro-ministro Narendra Modi, em um tuíte, disse que “ficou triste pelo trágico incêndio do hospital” em seu Estado natal.

Em Mumbai, capital financeira da Índia, membros de equipe médica enfrentaram corredores inundados para entrar em áreas de um hospital após chuvas torrenciais na estação das monções.

Os casos de coronavírus da Índia aumentaram em 56.282 nesta quinta-feira, elevando o total para 1,96 milhão, incluindo 40.699 mortes.

Texto de Rupam Jain

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up