for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Turquia diz que única solução de disputa com a Grécia no Mediterrâneo é o diálogo

ANCARA (Reuters) - O presidente da Turquia, Tayyip Erdogan disse nesta quinta-feira que a única solução para a disputa da Turquia com a Grécia a respeito da exploração energética no Mediterrâneo Oriental é o diálogo e a negociação e que Ancara não busca nenhuma “aventura” na região.

Presidente turco, Tayyip Erdogan, discursa durante reunião do partido governista AK 13/08/2020 Imprensa da Presidência da Turquia/Divulgação via REUTERS

As tensões aumentaram desde que a Turquia iniciou trabalhos de prospecção de petróleo e gás em uma área disputada do Mediterrâneo na segunda-feira. Atenas repudiou a ação, que considera ilegal, e procurou apoio entre aliados da União Europeia.

A França, que pediu sanções da UE contra a Turquia em reação aos trabalhos de prospecção, realizou exercícios de treinamento com forças gregas no litoral da ilha de Creta nesta quinta-feira.

Na quarta-feira, autoridades gregas e turcas sinalizaram que estão dispostas a resolver a disputa sobre suas reivindicações marítimas coincidentes, mas prometeram proteger seus interesses e culparam o outro lado pelo impasse.

Erdogan disse que a Grécia está demonstrando uma abordagem de “má vontade” e exortou Atenas a respeitar os direitos da Turquia.

“O caminho para uma solução no Mediterrâneo Oriental é via diálogo e negociação”, disse. “Se agirmos com bom senso e razão, podemos encontrar uma solução mutuamente benéfica que atenda os interesses de todos. Não estamos buscando nenhuma aventura desnecessária nem procurando tensões.”

O exercício militar greco-francês no litoral de Creta foi a primeira manifestação do compromisso do presidente Emmanuel Macron com o reforço da presença francesa no Mediterrâneo Oriental.

Sem identificar o país, Erdogan que a Grécia está sendo induzida por “um país que nem tem um litoral no Mediterrâneo Oriental” a dar “passos equivocados” na região.

“Ninguém deveria se dar tanta importância. Permitam-me ser muito claro: não tentem dar um espetáculo”, disse Erdogan.

(Por Tuvan Gumrukcu e Ali Kucukgocmen)

Tradução Redação São Paulo, 5511 56447702 REUTERS AC

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up