for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Covid-19 se alastra fora de grandes cidades da Índia e soma mais de 50 mil mortes

Voluntária que atua na medicina comunitária checa temperatura de garota em favela de Mumbai, na Índia 17/08/2020 REUTERS/Francis Mascarenhas

MUMBAI (Reuters) - O número de mortos da Covid-19 na Índia ultrapassou a marca de 50 mil nesta segunda-feira, e o total de casos registrados se aproximou de 2,65 milhões agora que o surto se dissemina em cidades menores e áreas rurais, mostraram os dados governamentais mais recentes.

O segundo país mais populoso do mundo registrou 57.981 infecções novas de coronavírus nas últimas 24 horas, o que elevou o total para 2.647.663, e 941 mortes adicionais fizeram o total de óbitos chegar a 50.921.

Ao lado de Brasil e Estados Unidos, a Índia é um dos três únicos países a registrarem mais de dois milhões de infecções, mas tem uma taxa de mortalidade relativamente menor de 1,9% – a média global é de 3,5%.

A Índia realizou mais de 730 mil exames de detecção de Covid-19 nas últimas 24 horas, disse nesta segunda-feira o Conselho Indiano de Pesquisa Médica, a agência de pesquisa clínica estatal, e a nação se aproxima da meta de 1 milhão de exames determinada pelo primeiro-ministro, Narendra Modi.

Especialistas dizem que as taxas de exame indianas são baixas demais e que isso pode ocultar a verdadeira dimensão do surto de coronavírus.

A Índia tem registrado ao menos 50 mil casos novos por dia desde 30 de julho, já que a doença está se espalhando de grandes cidades, como Mumbai e Nova Délhi, para Estados densamente povoados de regiões empobrecidas do interior, como Uttar Pradesh e Bihar.

Reportagem adicional de Anuron Kumar Mitra em Bengaluru

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up