for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Polícia de Portland diz enfrentar rebelião após ataques de manifestantes a prédio do governo

(Reuters) - Manifestantes deflagraram incêndios, atiraram pedras e destruíram vidraças de escritórios do governo de um condado da cidade norte-americana de Portland, na noite de terça-feira, levando a polícia a declarar que enfrenta uma rebelião, depois de semanas de manifestações antirracismo essencialmente pacíficas.

Protesto em Portland 01/08/2020 REUTERS/Caitlin Ochs

Os manifestantes, alguns usando máscaras de gás e portando escudos, atearam fogo em caçambas de lixo e usaram fluido de isqueiro para iniciar um incêndio dentro do Edifício Multnomah, que foi forte o suficiente para disparar o sistema de extintores do local, disse a polícia.

Imagens de televisão mostraram destroços na rua em chamas e pessoas lançando pedras contra o edifício. O incêndio na instalação foi apagado pela polícia, noticiou a mídia.

Protestos do movimento Black Lives Matter vêm acontecendo em todo o país desde a morte de George Floyd, um homem negro de 46 anos que um policial branco sufocou ajoelhando-se em seu pescoço durante quase nove minutos no dia 25 de maio.

Alguns dos protestos, inclusive em Portland, degeneraram em incêndios criminosos e episódios de violência, e agentes federais enviados à cidade do noroeste dos Estados Unidos se chocaram diversas vezes com multidões que visaram o tribunal federal local.

A polícia disse que alguns agentes foram visados uma noite antes com um “laser verde poderoso” capaz de causar danos oculares permanentes quando alguns manifestantes marcharam rumo ao prédio da Associação de Polícia de Portland.

“A polícia de Portland declarou a aglomeração perto do Edifício Multnomah uma rebelião depois que indivíduos vandalizaram, destruíram vidraças do primeiro andar repetidamente com pedras e lançaram material em chamas dentro de um escritório”, disse o Escritório do Xerife do condado de Multnomah no Twitter.

A polícia disse que algumas “munições” de controle de multidões foram usadas para dispersar os manifestantes, mas não gás lacrimogêneo.

A presidente do condado de Multnomah, Deborah Kafoury, emitiu um comunicado à meia-noite, dizendo que um grupo pequeno de manifestantes incendiou o Escritório de Envolvimento Comunitário.

“Este é o coração do condado, onde pessoas de nossa comunidade vêm para se casar, obter passaportes e comemorar suas tradições culturais e sua diversidade”, disse ela, segundo uma citação do site do jornal The Oregonian, acrescentando que o espaço é dedicado a membros da comunidade “marginalizados pelo processo político tradicional”.

O secretário de Justiça dos EUA, William Barr, foi criticado por parlamentares democratas no início do mês por enviar agentes federais para dispersar manifestantes na cidade.

Por Kanishka Singh, em Bengaluru

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up