for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Pesquisa Reuters/Ipsos mostra liderança de Biden em Michigan e empate na Carolina do Norte

WASHINGTON/NOVA YORK (Reuters) - O candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, tem 5 pontos percentuais de vantagem sobre o presidente Donald Trump entre os prováveis eleitores em Michigan, e os dois estão empatados na Carolina do Norte, de acordo com pesquisas de opinião Reuters/Ipsos divulgadas nesta terça-feira.

Candidato presidencial democrata, Joe Biden, acena a apoiadores depois de fazer discurso em Manitowoc, Wisconsin 21/09/2020 REUTERS/Mark Makela

A Reuters/Ipsos está realizando sondagens entre prováveis eleitores em seis Estados --Wisconsin, Pensilvânia, Michigan, Carolina do Norte, Flórida e Arizona-- que desempenharão papéis essenciais na eleição que decidirá se Trump vai ganhar um segundo mandato ou se Biden o desbancará em novembro.

Veja abaixo uma análise Estado por Estado com resultados da Reuters/Ipsos, com base nas respostas online de prováveis eleitores, incluindo respostas de alguns que votaram antes do dia da eleição, em 3 de novembro, uma prática que deve aumentar devido à crise de saúde do coronavírus.

MICHIGAN

* Intenção de voto em Biden: 49%

* Intenção de voto em Trump: 44%

* 50% disseram que Biden será melhor na liderança da pandemia do coronavírus; 44% disseram que Trump será melhor.

* 48% disseram que Trump será melhor no gerenciamento da economia; 45% disseram que Biden será melhor.

* 2% disseram que já votaram.

CAROLINA DO NORTE

* Intenção de voto em Biden: 47%

* Intenção de voto em Trump: 47%

* 47% disseram que Biden será melhor na liderança da pandemia do coronavírus. 45% disseram que Trump será melhor.

* 51% disseram que Trump será melhor no gerenciamento da economia. 44% disseram que Biden será melhor.

* 4% disseram que já votaram.

WISCONSIN

* Intenção de voto em Biden: 48%

* Intenção de voto em Trump: 43%

* 48% disseram que Biden será melhor na liderança da pandemia do coronavírus. 40% disseram que Trump será melhor.

* 48% disseram que Trump será melhor no gerenciamento da economia. 42% disseram que Biden será melhor.

* 1% disse que já votou.

PENSILVÂNIA

* Intenção de voto em Biden: 49%

* Intenção de voto em Trump: 46%

* 48% disseram que Biden será melhor na liderança da pandemia do coronavírus. 44% disseram que Trump será melhor.

* 51% disseram que Trump será melhor no gerenciamento da economia. 45% disseram que Biden será melhor.

* 2% disseram que já votaram.

FLÓRIDA

* Pesquisa de opinião Reuters/Ipsos programada para 23 de setembro.

ARIZONA

* Pesquisa de opinião Reuters/Ipsos programada para 23 de setembro.

Observações

As pesquisas de opinião Reuters/Ipsos são realizadas online em todos os seis Estados em inglês, bem como em espanhol no Arizona e na Flórida.

* Em Michigan, de 11 a 16 de setembro, a sondagem coletou respostas de 1.005 adultos, incluindo 637 prováveis eleitores e tem um intervalo de credibilidade de 4 pontos percentuais.

* Na Carolina do Norte, de 11 a 16 de setembro, a pesquisa reuniu respostas de 1.005 adultos, incluindo 586 prováveis eleitores e possui um intervalo de credibilidade de 5 pontos percentuais.

* Em Wisconsin, de 11 a 16 de setembro, foram coletadas respostas de 1.005 adultos, incluindo 609 prováveis eleitores, com um intervalo de credibilidade de 5 pontos percentuais.

* Na Pensilvânia, de 11 a 16 de setembro, a pesquisa reuniu respostas de 1.005 adultos, incluindo 611 prováveis eleitores e tem um intervalo de credibilidade de 5 pontos percentuais.

Reportagem de Jason Lange em Washington e Chris Kahn em Nova York

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up