for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Estados terão até 16/10 para apresentar planos de vacinação, diz agência de saúde dos EUA

10/04/2020 REUTERS/Dado Ruvic/

(Reuters) - O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) disse na terça-feira que os Estados terão até o dia 16 de outubro para apresentar planos de distribuição de vacinas contra Covid-19, portanto antes mesmo de estar claro quando alguma estará disponível, de acordo com a apresentação de uma comissão de especialistas que faz recomendações para vacinas no país.

O plano é levar em conta exigências específicas, como o armazenamento frio necessário para as vacinas da Pfizer e da Moderna atualmente em testes clínicos de estágio avançado, fornecidas aos Estados em 16 de setembro.

Esperava-se que o Comitê de Aconselhamento para Práticas de Imunização (Acip), um grupo de especialistas médicos externos que aconselha o CDC, votasse na terça-feira quais grupos demográficos deveriam receber as escassas doses iniciais de qualquer vacina que receba aprovação ou autorização de uso emergencial das agências reguladoras norte-americanas.

Ainda na terça-feira, uma porta-voz do CDC disse que a votação não acontecerá, sem explicar o motivo. A próxima reunião do comitê está marcada para os dias 28 e 29 de outubro.

Assim que a Agência de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA) autorizar uma vacina, o Acip convocará uma reunião de emergência para fazer recomendações específicas sobre as prioridades de distribuição, de acordo com a doutora Beth Bell, da Universidade de Washington, que integra o comitê do Acip.

Bell disse que as recomendações podem ser mais restritas do que a diretriz da FDA para uma autorização de uso emergencial. As recomendações do Acip serão apresentadas ao diretor do CDC, doutor Robert Redfield, que está encarregado de tomar a decisão final sobre como as vacinas serão usadas.

Quando indagado por um membro do comitê como os Estados podem desenvolver planos de distribuição até o prazo de outubro, mesmo antes de uma vacina específica ser aprovada ou autorizada, a doutora Nancy Messonnier, diretora do Centro Nacional de Imunização e de Doenças Respiratórias do CDC, disse que o objetivo é estar pronto “no primeiro dia em que realmente pudermos distribuir vacinas”.

Acredita-se que a distribuição de vacinas ocorrerá de maneira escalonada, e é provável que profissionais de saúde, trabalhadores essenciais, pessoas com quadros clínicos de alto risco e adultos de mais de 65 anos recebam vacinas na primeira fase, segundo a apresentação de um reunião publicada no site da agência.

Além de Pfizer e Moderna, a AstraZeneca tem uma vacina no estágio final de testes. O teste desta vacina nos EUA continua suspenso enquanto um problema de segurança em potencial é investigado.

Por Julie Steenhuysen em Chicago e Manojna Maddipatla em Bengaluru

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up