for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Governo interino de Honduras está disposto a antecipar eleições

Presidente interino de Honduras, Roberto Micheletti, em Tegucigalpa. 29/06/2009. REUTERS/Oswaldo Rivas

TEGUCIGALPA (Reuters) - O presidente interino de Honduras, Roberto Micheletti, disse nesta quinta-feira que estaria de acordo em adiantar as eleições presidenciais como uma eventual saída para a crise política no país, após o golpe que derrubou o presidente, Manuel Zelaya, no domingo.

Ao ser perguntado se estaria disposto a adiantar as eleições presidenciais, marcadas para 29 de novembro, Micheletti respondeu: “totalmente de acordo, sempre dentro da lei, não tenho nenhuma objeção se esta for uma maneira de solucionar estes problemas”.

Micheletti disse a jornalistas que concordaria em realizar um referendo sobre o retorno de Zelaya ao poder, embora tenha esclarecido que isto não seria feito neste momento “extremamente difícil”.

Reportagem de Gustavo Palencia

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up