22 de Dezembro de 2012 / às 14:07 / em 5 anos

Mandela reage a tratamento, mas deve passar Natal no hospital

JOHANESBURGO, 22 Dez (Reuters) - O ex-presidente sul-africano e herói anti-apartheid Nelson Mandela, de 94 anos, continua a reagir ao tratamento no hospital duas semanas após ser internado, informou o governo neste sábado.

O ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela comemora seu aniversário em sua casa em Qunu, África do Sul. Mandela, de 94 anos, continua a reagir ao tratamento no hospital duas semanas após ser internado, informou o governo neste sábado. 18/07/2012 REUTERS/Siphiwe Sibeko

O ganhador do Prêmio Nobel da Paz, que foi tratado de uma infecção pulmonar e pedras nos rins após ser hospitalizado em 8 de dezembro, foi visitado pelo atual mandatário do país, Jacob Zuma, afirmou o porta-voz da presidência, Mac Maharaj, em um comunicado.

“Madiba continua a reagir ao tratamento”, disse Maharaj, referindo-se a Mandela por seu nome de clã.

“O presidente Zuma lhe assegurou o amor e apoio de todos os sul-africanos, jovens e velhos, e do mundo todo”.

O primeiro presidente negro do país foi internado em Pretória depois de ser levado de avião de seu vilarejo natal de Qunu.

É provável que Mandela, admirado em casa e no exterior como ícone global contra a injustiça por sua vida de luta contra o domínio da minoria branca, passe o Natal no hospital.

Mandela ficou 27 aprisionado durante o apartheid, incluindo 18 anos em Robben Island, na costa da Cidade do Cabo. Ele foi solto em 1990 e utilizou seu prestígio para reconciliar brancos e negros na “Nação Arco-Íris” pós-apartheid.

Por David Dolan

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below