7 de Março de 2014 / às 17:59 / 4 anos atrás

Rússia espera que crise na Ucrânia não provoque nova Guerra Fria

MOSCOU, 7 Mar (Reuters) - O porta-voz do presidente russo, Vladimir Putin, afirmou na sexta-feira que apesar do “profundo desacordo” com o Ocidente sobre a Ucrânia, o governo da Rússia espera que seja alcançado algum consenso para evitar uma nova Guerra Fria, informaram agências de notícias russas.

Dmitry Peskov, porta-voz do presidente russo Vladimir Putin, durante reunião no ano passado, em Moscou. O porta-voz disse nesta sexta-feira que o governo russo espera chegar a um consenso sobre a Ucrânia. 02/07/2013 REUTERS/Maxim Shemetov

“Ainda há esperanças... que alguns pontos de acordo possam ser encontrados como resultado do diálogo, o que nossos parceiros, graças a Deus, ainda não rejeitaram”, disse o porta-voz Dmitry Peskov, segundo divulgou a agência estatal RIA.

“Eu acredito que isso (uma nova Guerra Fria) não começou e eu gostaria de acreditar que não vai começar”, disse Peskov.

Reportagem de Tatiana Ustinova

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below